Existem, actualmente, muitas pessoas que têm maior acesso ao conhecimento em relação às outras. A internet oferece uma biblioteca virtual nos seus telefones ou computadores. Caso a pessoa tenha uma questão sobre algo, pode simplesmente escrever a questão em um motor de busca na internet e logo tem a resposta. Caso deseje aprender a construir um fogão ou uma casa, ou como tornar a agricultura mais eficiente, pode obter essa informação com facilidade. Contudo, nem todos têm essa sorte.

Moçambique é um dos países mais pobres do mundo, onde a maioria das pessoas vive nas zonas rurais. Nem toda a gente tem acesso à rede eléctrica, telefones e educação. Como resultado, torna-se difícil o acesso ao conhecimento que poderia ser usado para melhorar as condições de vida destas pessoas.

No Projecto Vita, o desenvolvimento vem do acto de suprir o défice de conhecimento entre os que têm acesso ao mesmo e aqueles que não têm. O nosso programa combina conhecimento e técnicas de além-fronteiras através de uma rede de voluntários estrangeiros que adaptam seus métodos aos métodos tradicionais da comunidade local ajudando, assim, os membros da comunidade a melhorar suas vidas. Através da partilha de conhecimentos e experiências podemos aprender uns com os outros e fazer um amanhã melhor.
Muitos factores possibilitam a melhoria de vida das pessoas e, nós acreditamos que um deles seja o conhecimento.

EnglishPortugalSwedish